Encceja 2019 – Resultados Individuais e Emissão do Certificado

O Inep, Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, responsável pela elaboração e aplicação do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja), confirma que a divulgação dos Resultados Individuais  do Encceja 2019 serão liberados no dia 06 de dezembro. Os candidatos estão ansiosos pela liberação dos Resultados Individuais, uma vez que, necessita da confirmação das notas para solicitar a emissão do certificado.

As provas de 2019 contaram com a participação de 1.185.945 pessoas, equivalente a 40% dos inscritos para o exame, e apesar do percentual de falta ser alto, o número em si, é o maior desde que o Encceja foi separado do Enem.

Como será feita a consulta aos Resultados Individuais do Encceja 2019?

Para consultar os Resultados Individuais do Encceja é simples, através da Página do Participante. Veja o passo a passo:

  • Acesse a Página do Participante;
  • Informe seu CPF;
  • Informe a senha cadastrada na inscrição;
  • Resolva o desafio de imagem e clique em “Enviar”;
  • Na tela seguinte, acesse a opção “Resultado”. Você verá quantos pontos fez em cada uma das 4 provas de múltipla escolha e na redação.

Caso tenha esquecido a senha, clique em “Esqueci minha senha”, para fazer a recuperação.

Como será emitido o Certificado do Encceja 2019?

A emissão do certificado do Encceja é feita através das Secretarias Estaduais de Educação e Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, cuja indicação foi feita pelo participante do Encceja no ato da inscrição. Mas, somente após ter em mãos os Resultados Individuais do Encceja.

Como saber se foi aprovado no Encceja 2019?

A nota mínima para conseguir obter o Certificado do Encceja para os Ensinos Fundamental ou Médio é de 100 pontos em cada área de conhecimento e 5,0 na redação.

Como utilizar o Resultado do Encceja 2019?

Quem conseguir obter a Certificação do Encceja para o Ensino Médio poderá, por exemplo, fazer o Enem de 2020, e tentar conseguir entrar em um dos programas de ensino superior mantido pelo Governo Federal, como Sisu, ProUni ou Fies no ano seguinte.

Deixe seu Comentário